teste QUATI

Compreender a complexidade do perfil comportamental de um candidato é mais do que uma estratégia; trata-se de uma necessidade imperativa. E os profissionais de RH sabem bem disso, já que a identificação precoce dessas características é vital antes de avançar para as próximas etapas do processo seletivo.

Nesse cenário, os testes comportamentais despontam como ferramentas essenciais para auxiliar na busca por colaboradores que se adequam à cultura organizacional da empresa e às demandas exigidas pela vaga. São vários os modelos de avaliação, mas um tem se destacado positivamente: o teste QUATI – Questionário de Avaliação Tipológica.

Assim como o DISC, o Big Five e o MBTI, o QUATI é uma ferramenta essencial para uma compreensão mais refinada e segmentada das características pessoais e profissionais de cada candidato. 

Vamos conhecer um pouco mais sobre ele?

O que é o Teste QUATI? 

O Questionário de Avaliação Tipológica, popularmente conhecido como teste QUATI, tem sido apontado como uma ferramenta inovadora para os times de gestão de pessoas. O objetivo desse tipo de teste é bastante simples: decifrar os padrões cognitivos e comportamentais de um indivíduo, proporcionando uma visão ampla do candidato.

Ao adotar a análise de perfil comportamental, o time de Recursos Humanos não apenas compreende os talentos já presentes na equipe, mas também ganha insights preciosos para orientar futuras contratações.

Quando o teste QUATI é colocado em prática, por meio de questões cuidadosamente elaboradas, ele classifica os participantes em grupos tipológicos, revelando suas preferências cognitivas e comportamentais. 

Essas informações são cruciais para compreender como os candidatos podem lidar com desafios, relacionamento com a equipe e a própria cultura organizacional da companhia. Assim, ao ter acesso ao perfil exato dos colaboradores, o RH se mostra mais capaz de traçar padrões desejados para novas contratações.

QUATI x outros testes comportamentais 

Como dito anteriormente, o QUATI se aprofunda na tipologia comportamental, classificando os candidatos em grupos específicos. Dessa forma, ele pode ser utilizado em conjunto com outras ferramentas – como Big Five e DISC – para arquitetar uma avaliação comportamental ainda mais completa.

O Big Five, por exemplo, fornece uma visão mais abrangente dos traços de personalidade, enquanto o DISC destaca estilos de comunicação e abordagens interpessoais. Ao integrar esses testes, o RH constrói um panorama mais completo, capaz de guiar ações estratégicas desde o recrutamento até o desenvolvimento contínuo da equipe.

Leia também – Avaliação de candidatos: tudo o que você precisa saber para melhorar as contratações

Como funciona o teste QUATI?

A principal característica do teste QUATI é o fato de ser baseado nas teorias do renomado psiquiatra e psicoterapeuta sueco Carl Jung. Projetado para oferecer uma compreensão aprofundada dos tipos psicológicos de um indivíduo, o QUATI utiliza situações hipotéticas para revelar padrões comportamentais e preferências cognitivas.

Jung propôs a existência de tipos psicológicos, conceito que serve como base para a estrutura do teste. Ele explorou as dimensões de atitude (introvertida ou extrovertida), julgamento (pensamento ou sentimento) e percepção (sensação ou intuição).

E como isso funciona na prática? A partir dessa percepção, o teste apresenta ao participante seis situações hipotéticas acompanhadas de 15 pares de afirmações. O candidato, por sua vez, deve marcar aquelas que acredita estarem mais alinhadas com sua forma de agir, pensar ou sentir. 

Uma vez que o participante conclui o teste, um aplicador especializado categoriza suas respostas com base nos tipos psicológicos propostos por Carl Jung. Ao compreender os tipos psicológicos do candidato, os recrutadores ganham uma valiosa ferramenta para orientar suas decisões no processo seletivo.

As vantagens do QUATI para a sua empresa

Por fim, o teste QUATI auxilia não só o recrutamento, mas para o fortalecimento geral da cultura organizacional da empresa e para o fomento de times cada vez mais alinhados. Essa “bola de neve” positiva incentiva ainda uma redução do turnover e um melhor engajamento entre os colaboradores. Confira todas as vantagens: 

  • oferece uma abordagem analítica, permitindo que os processos de decisão no recrutamento e seleção sejam fundamentados em dados reais sobre o perfil dos candidatos e das demandas específicas da empresa;
  • contribui para o desenvolvimento do autoconhecimento, enriquecendo a experiência do candidato e promovendo autenticidade e transparência;
  • oferece liberdade para que as empresas promovam a diversidade entre seus times sem comprometer as competências necessárias para cada vaga;
  • contribui para a formação de equipes coesas e alinhadas com os objetivos da empresa;
  • favorece a identificação dos colaboradores com projetos específicos com base em suas aptidões.

Conclusão

Como é possível observar, implementar práticas de recrutamento e seleção baseadas no teste QUATI não só impacta internamente, mas também contribui para um bem-estar geral entre gestores e colaboradores.

Empresas que demonstram cuidado e atenção às características individuais de seus profissionais, por sua vez, são ainda mais visadas no mercado e atraem talentos que de fato contribuem positivamente com o crescimento da companhia. 

O software de recrutamento e seleção da Quick disponibiliza diversos tipos de testes, permitindo que os times de RH realizem avaliações online e de forma agilizada durante os processos seletivos. 

Related Post

Sistema para recrutamento e seleção poderoso e super amigável.

Contate-nos

Email: sales@quickin.io

Rua Estela, 515 – Bloco F – 8º Andar
Vila Mariana, São Paulo, SP
04011-904