entenda o conceito de entrevista não estruturada

 O processo seletivo é algo fundamental para que as empresas contratem profissionais com as qualificações ideais. Um recrutamento bem feito é capaz de reter talentos, reduzir demissões e custos. Na maioria das vezes um processo seletivo começa com a análise de currículos e a seleção dos profissionais que mais se adequam à vaga em aberto.

Atualmente, existe no mercado softwares de recrutamento que ajudam a tornar esse processo mais assertivo, no entanto, será necessário fazer entrevistas sejam elas através de vídeos ou não. Dessa forma, é extremamente necessário conhecer o máximo de possibilidades de entrevistas para escolher a que mais atenda as necessidades da empresa. 

Entre os formatos de entrevista existem a entrevista:

Estruturada: Há um planejamento das perguntas, que devem ser seguidas em uma única ordem. 

Semiestruturada: Há um roteiro prévio das perguntas, mas elas podem sofrer modificações ou inversões no decorrer da entrevista.

Não estruturada: É o mais parecido possível com uma conversa espontânea, nesse tipo de entrevista o feeling do entrevistador é que comanda. 

Devemos lembrar, que em primeiro lugar uma  entrevista não estruturada ou semi estruturada realmente é uma forma especial de conversação. Em tal interação lingüística, não é possível ignorar o efeito da presença e das situações criadas por uma das partes (o “entrevistador”) sobre a expressão da outra (o “entrevistado”). 

Hoje iremos falar sobre a entrevista não estruturada

A entrevista não-estruturada — aquela em que é deixado ao entrevistado decidir-se pela forma de construir a resposta, tem sido cada vez mais utilizada em entrevistas. No entanto, o velho e bom questionário, uma entrevista (completamente) estruturada, continua firme no ranking dos métodos.

Em uma entrevista não estruturada uma linha de raciocínio deve ser seguida, mas aceitando uma improvisação. 

Não existe uma regra única que defina o melhor momento para aplicar uma entrevista não estruturada durante um processo seletivo. Cada entrevistador deverá analisar qual o melhor momento partindo da sua experiência, e os conceitos e perfil da empresa contratante. 

Porém, nos atrevemos a indicar que o recrutador use essa forma de entrevista após um primeiro contato com o entrevistado, depois de perceber se o perfil do candidato combina com a empresa, o recrutador pode improvisar perguntas sobre a experiência profissional e pessoal do entrevistado.  

Entre os cuidados a serem observados ao realizar uma entrevista não estruturada está o de evitar assuntos muito pessoais como religião e orientação sexual. Além disso, mesmo deixando a conversa fluir faça com que o controle da entrevista esteja na sua mão, ou seja, na mão do recrutador. 

Vantagens e Desvantagens de uma entrevista não estruturada:

Vantagem: O entrevistado pode ficar mais à vontade  possibilitando uma avaliação subjetiva.

Desvantagem: O recrutador pode se perder no meio da entrevista, além de que pode acontecer  uma falta de compatibilidade entre entrevistador e entrevistado. 

Para mais textos, acesse nosso blog.

Se quiser saber mais sobre softwares de recrutamento, entre em contato com nossa equipe

Related Post

Sistema para recrutamento e seleção poderoso e super amigável.

Contate-nos

Email: contact@quickin.io
Tel: +55 11 5572-0900

Rua Estela, 515 – Bloco F – 8º Andar
Vila Mariana, São Paulo, SP
04011-904